Muitas vezes os anúncios nos pega de surpresa ao mostrar algo que você estava conversando anteriormente, e isso faz com que levantamos aquele questionamento “O celular escuta o que você fala ou conversa?”.

De acordo com o Dr. Peter Hannay – consultor sênior de segurança da empresa de segurança cibernética Asterisk, e ex-professor e pesquisador da Universidade Edith Cowan – a resposta curta é sim, mas talvez de uma maneira que não seja tão diabólica quanto parece.

Para que seu smartphone preste atenção e grave você, é preciso haver um gatilho, como Hey Siri ou Okay Google, por exemploSem esses gatilhos, não há gravação, com apenas algumas métricas gerais sendo enviadas ao seu provedor de serviços. Isso pode não parecer causa de alarme, mas quando se trata de aplicativos como o Facebook, ninguém sabe quais são os gatilhos. De fato, pode haver milhares.

“De tempos em tempos, trechos de áudio retornam aos servidores [de outros aplicativos como o Facebook], mas não há um entendimento oficial de quais são os gatilhos”, explica Peter. “Seja no tempo,

no local ou no uso de determinadas funções, os [aplicativos] certamente estão obtendo essas permissões de microfone e usando-as periodicamente. Todas as partes internas dos aplicativos enviam esses dados de forma criptografada, por isso é muito difícil definir o gatilho exato.”

Ele continua explicando que aplicativos como o Facebook ou o Instagram podem ter milhares de gatilhos. Uma conversa comum com um amigo sobre a necessidade de um novo par de jeans pode ser suficiente para ativá-lo. Embora a palavra-chave aqui seja “poderia”, porque, embora a tecnologia esteja presente, empresas como o Facebook negam veementemente ouvir nossas conversas.

No vídeo abaixo relato um pouco sobre o assunto:

Na elaboração dessa matéria testamos e podemos comprovar que realmente alguns assuntos são captados e transformados em anúncios, faça o teste em casa.